15/03/2016

Adaptação - 3 meses

Olá Amores!!!
Há alguns dias que não faço postagem pra vocês, mas é por que a vida de mãe não é fácil...e é exatamente sobre isso que vim falar nesse post!!!
Dia 13 agora completou-se 3 meses que a Isa veio morar definitivamente comigo e foram os 3 meses mais intensos da minha vida!!!
Wow!!! Estou falando sério quando digo isso!!! rsrs
Bom...como sempre relato pra vocês, os dias com a Isa são cheios de descobertas e histórias!!! E estava indo tudo maravilhosamente bem em nossa adaptação até que começaram os tãos "famosos testes"!!!
Para quem não sabe do que eu estou falando, a maternidade seja ela biológica ou adotiva, é cheia de altos e baixos!!! Mas na adoção, especialmente a tardia, existem algumas particularidades que devemos nos preparar (apesar de nunca estar realmente preparados) pra viver!!!
A criança vem de algumas rejeições e privações que de repente ela começa a receber e ter e por isso ela precisa "verificar" até onde pode confiar de que isso é real e eterno!!! Por isso, (não generalizando, mas na maioria dos casos) a criança começa a testar o real afeto dos novos pais e na maioria das vezes de forma negativa!!!
E conosco não foi diferente...a Isa veio e veio com tudo!!! kkk Tanto que eu desencadeei alguns sintomas da Depressão Pós Adoção (similar a Depressão Pós Parto).
Mas Priscila...você não é Psicóloga?! Simmm...mas somos humanos e eu por alguns dias percebi que eu ajudava e aconselhava tantas pessoas, mas se  também não buscasse ajuda, iria afundar!!! Só pra vocês entenderem...além dos diversos sintomas que tive, cheguei a emagrecer 7kls!!! (Foi ruim, mas bom também...tava precisando!!! kkk).
Bom...percebi que precisava reagir. Busquei ajuda de todas as maneiras que imaginarem, inclusive terapêutica pra ela e pra nós, tive o total apoio do meu marido (sem ele teria enlouquecido...rs) e o principal...parei e percebi que minha filha (que já tinha vindo de adoções mal sucedidas), precisava ter a certeza do nosso amor por ela!!!
Sentei com ela um dia e tive uma longa e sincera conversa!!! Disse o quanto a esperamos e a amávamos...que sabia o que ela havia vivido, mas que estávamos ali para escrever juntos uma nova história...disse que não precisava fazer tudo aquilo pra saber que a amávamos e que mostraríamos nosso amor pra ela dia após dia...disse que ela era nossa filha, que ali era o seu lar e o lugar de onde nunca mais ela sairia!!!
Enfim...encerramos essa conversa com um longo abraço e lágrimas dos dois lados!!! Eu há tempos não abria meu coração daquela forma e nunca ninguém tinha a ouvido e sido tão sincero com ela!!!
Pra encerrar...quando digo que o amor pode curar qualquer ferida...acredite em mim...somos prova viva disso!!! Depois desse diálogo, a Isa teve a convicção de que realmente havia encontrado sua família!!! Suas atitudes mudaram de uma forma extraordinária e a Isa voltou a ser uma criança...uma criança (que tem seus momentos de peraltice e birra como qualquer outra), mas que sabia que estava no lugar certo...com seus pais...na sua casa...PRA SEMPRE!!!
Cada dia mais amamos nossa filha, laços são estreitados, intimidade construída, dou e recebo amor, carinho, afeto!!! Não tem preço que pague isso!!!
Por isso te digo...se você estava em dúvida ou está passando por isso também...não desista!!! No meio do caminho você pode encontrar pedregulhos, mas no final verás que era o indício para te levar a um lindo castelo!!!
Deus abençoe vocês!!!
Beijinhos
Priscila Pas

13 comentários:

  1. Obrigada por todo esse desprendimento ao falar sobre essa fase...obrigada por nos ajudar nessa preparação por o que há de vir!
    Gratidão!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por todo esse desprendimento ao falar sobre essa fase...obrigada por nos ajudar nessa preparação por o que há de vir!
    Gratidão!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gratidão é minha de poder ajudar e compartilhar!!! Bjs :*

      Excluir
  3. Passei por isso tbm é me assustei com os sintomas de depressão que veio sobre mim. Mas tive força e apoio nessa fase e hj nossa família está feliz e ajustada. Meu filho é uma criança bem ativa... r sss
    Mas não abrimos mão dele em nossa vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...É uma fase difícil!!! Mas desistir dos nossos filhos...jamais!!!
      Bjs

      Excluir
  4. Faz 2 anos que adotei minha filha, ela tinha 4 anos quando veio, pra mim foi muito difícil o começo, elas vêem cheios de manias e personalidades diferente de nós, meu Deus achei que fosse surtar no começo, agora posso dizer que melhorou muuuuito,também procurei ajuda psicológica é muito importante, e creio que nada como um dia após o outro, desistir jamais, tenho um filho biológico e jamais desistiria dele, então pq desistir dela né...bjus

    ResponderExcluir
  5. Estou muito feliz em poder ter encontrado sua página. Estou em processo para a habilitação. Amanhã será minha segunda entrevista com a psicóloga, meu marido e eu não vemos a hora de termos nossa filha aqui... Obrigada Pri por cada testemunho de amor. Que o Senhor Alegre todos os seus dias!! Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda
      Que bommmm!!! Continue nos acompanhando!!! Espero que te ajude muito!!!
      Bjs

      Excluir
    2. Oi Fernanda
      Que bommmm!!! Continue nos acompanhando!!! Espero que te ajude muito!!!
      Bjs

      Excluir
  6. Sou louco pra ser Pai, minha esposa não pode ter filho. Pensei em adotar, como faço?

    ResponderExcluir
  7. Sou louco pra ser Pai, minha esposa não pode ter filho. Pensei em adotar, como faço?

    ResponderExcluir